Da empresa para a escola

O aprendizado prático da disciplina de Química nos laboratórios vai muito além de fazer alguns experimentos e ver reações químicas acontecerem ao vivo: trata-se de mostrar ao aluno como a disciplina se relaciona e se aplica em seu dia a dia, de uma forma ilustrada e interessante. Com isso em mente, os professores Elisabete Rosa, Fábio Siqueira, Onofre Rosa, Lilian Siqueira, Maria Elisa Bombonato e Elizabeth Zink visitaram a empresa Cobrecom, fabricante de fios e cabos elétricos de cobre.

Professores Elisa Bombonato, Fábio Siqueira, Elisabete Rosa e Lilian Siqueira

Professores Elisa Bombonato, Fábio Siqueira, Elisabete Rosa e Lilian Siqueira

“O nosso curso, nos laboratórios, envolve muita prática. Então cada vez mais trazemos ao aluno ações que acontecem nas empresas, para que ele contextualize ainda mais conteúdo”, explica a coordenadora de Laboratório de Química Elisabete Rosa. A cada bimestre, um grupo de professores realiza essas visitas à empresas e fábricas em busca de conhecimento e novidades. “Há mais de 15 anos realizamos esse trabalho; há sempre elementos novos. Os alunos adoram” completou.

bete_2

As novidades trazidas pelas visitas não limitam-se a um assunto específico. “Esse tipo de atividade sempre acaba rendendo bastante conteúdo para abranger vários conteúdos. No caso da Cobrecom, podemos abordar, em diferentes séries, assuntos como corrosão de metais, condutibilidade elétrica, dentre muitos outros”, comenta Maria Elisa. As experiências trazidas pelas visitas também fornecem um conhecimento atual e ilustrativo e permite ao Bandeirantes um diálogo contínuo com o mercado da área.

A ida à Cobrecom, em especial, foi viabilizada mediante um convite feito pelo pai do aluno Felipe Longato, Jackson Longato, proprietário da companhia. “Fomos muito bem recebidos. A visita foi muito prazerosa e percebemos a satisfação inclusive nos funcionários da fábrica”, lembrou Elisabete.